terça-feira, 16 de novembro de 2010

Pensando em 2011, Serrano abre processo seletivo para novos atletas

A diretoria do Serrano C.E.C já pensa na temporada 2011, quando vai disputar a Divisão de Acesso - Série B do Paranaense. O objetivo é montar uma forte equipe para voltar à elite da competição estadual. Pensando nisso, a direção abriu o período de avaliações para contratação de novos atletas.

Para participar do processo seletivo, os interessados devem entrar em contato com o presidente do clube Valdir Luiz Canini através dos seguintes telefones: (42) 9915-8474 ou (42) 9942-5010. A idade é livre.

segunda-feira, 22 de março de 2010

Para dirigente, erros de arbitragens determinaram queda do Tigre

Da Equipe FutebolPR

Paulo Guedes, vice-presidente do Serrano, explica por que o Tigre caiu.

Por que o Serrano acabou rebaixado, já que havia muita expectativa em torno do clube, que ganhou a Terceirona em 2008 e a Divisão de Acesso em 2010?
De fato, nossos títulos foram algo inédito na história recente do Estado. Tivemos uma ascensão rápida, mas fazer futebol no interior é difícil. Avalio que nossa péssima campanha foi muito fruto dos nossos erros e das péssimas arbitragens. Em Toledo, Paranavaí e Ponta Grossa, em especial, e temos os DVDs para provar. Além disso, houve o mau rendimento de alguns atletas e também falhas da comissão técnica.

Antes de encerrar o campeonato, o Serrano dispensou jogadores. Por que fez isso?
As dispensas foram feitas pelo fato de que o clube não aspirava mais nada e, também, por que alguns atletas tinham propostas para atuar na Divisão de Acesso ou em outros Estados.

Houve problemas financeiros?
O Serrano não possui dívidas acumuladas e o elenco sempre recebeu os salários em dia e, em algumas vezes, adiantado. Por isso, pela nossa estrutura séria, confio que o Serrano retorna à elite estadual em 2012.

Em clima de amistoso, Serrano apenas empata e livra Rio Branco do rebaixamento

Da Equipe FutebolPR

O Rio Branco esteve à mercê de ser rebaixado para a Divisão de Acesso do Campeonato Paranaense. Começou perdendo para o Serrano – gol de Joel, aos 20min do 1.º tempo -, mas reagiu e empatou a partida. Ratinho fez aos 38min da etapa inicial.

O 1 x 1 servia se o Paraná Clube derrotasse o Toledo. Só que o Tricolor, até a reta final do jogo, empatava contra o TCW. Foi aí que o Paraná fez 2 x 1, aos 43min do 2.º tempo. Porém, aos 48min, o Toledo teve um pênalti a seu favor.

Em Prudentópolis, a partida já havia acabado e os jogadores do Rio Branco caçavam informações sobre o que ocorria em Toledo. As que chegavam eram desencontradas. Umas diziam que o TCW havia empatado; outras, que o goleiro do Paraná havia pegado o pênalti. Foi aí que uma emissora de rádio confirmou o 2 x 1 a favor do Paraná.

O vestiário do Rio Branco se transformou em festa. Afinal, a queda do 3.º clube mais antigo do futebol paranaense, e há 16 anos ininterruptamente na Primeira Divisão, não seria bom para a competição. Se não conseguiu entrar no G8, o Leão da Estradinha está preservado na elite de 2011.

21/3/2010
Serrano 1 x 1 Rio Branco
Local: Newton Agibert, em Prudentópolis; Árbitro: Antônio Marques dos Santos; Assistentes: Wilson Aparecido Brito e Daniel Cotrim de Carvalho; Renda: R$ 1.014,00; Público: 98; Gols: Joel, 20min, e Ratinho, 38min do 1.º; Cartões amarelos: Anderson Paraná, Alisson, Gustavo e Daniel
Serrano: Val; Hugo, Jonathan, Anderson Paraná e Bruno Guerreiro; Hugo, Joel, Mário e Thiago Bocão; Robinho e Alcimar
Técnico: Ivan Rech
Rio Branco: Alexandre; George, Alisson, Daniel e Calado; Nick, William, Reginaldo Araújo e Renan Meduna; Gustavo e Ratinho
Técnico: Norberto Lemos

domingo, 21 de março de 2010

Diante da torcida, Serrano se despede da Série A

Da Equipe FutebolPR

Serrano e Rio Branco jogam em clima de “fim de feira” neste domingo, às 15h30, em Prudentópolis. Com elencos desmanchados, as equipes duelam com missões diferentes na partida. O Serrano, já rebaixado, apenas cumpre tabela. Já o Rio Branco precisa vencer para tentar escapar do rebaixamento. Isso só ocorre se o Toledo não ganhar do Paraná Clube.

Nesta semana, depois da derrota para o Operário, que sacramentou a queda do Serrano, a diretoria do clube de Prudentópolis mandou cinco jogadores embora, além do técnico Ricardo Pinto. Saíram Renaldo, Índio, Tiago Mello, Massai e Jorginho. Por isso, o time vai desfigurado a campo, sob o comando do preparador físico Ivan Rech.

No Rio Branco também houve debandada. Yves e Vinícius abandonaram o clube, alegando salários atrasados. O técnico Norberto Lemos tem trabalhado o psicológico do time e o presidente João Carlos Frumento deu declarações confiando que o time não será rebaixado. "Venceremos e nos manteremos na elite. O ideal seria que dependêssemos dos nossos próprios esforços, mas a situação de termos que contar com o empate ou a vitória do Paraná sobre o Toledo não é ruim”, afirmou

21/3/2010
Serrano x Rio Branco
Local: Newton Agibert, em Prudentópolis; Horário: 15h30; Árbitro: Antônio Marques dos Santos; Assistentes: Wilson Aparecido Brito e Daniel Cotrim de Carvalho
Serrano: Val; Hugo, Jonathan, Anderson Paraná e Bruno Guerreiro; Hugo, Joel, Mário e Thiago Bocão; Robinho e Alcimar
Técnico: Ivan Rech
Rio Branco: Alexandre; George, Alisson, Daniel e Calado; Nick, William, Reginaldo Araújo e Renan Meduna; Gustavo e Ratinho
Técnico: Norberto Lemos

quarta-feira, 17 de março de 2010

Serrano dispensa comissão técnica e parte do elenco

Futebolparanaense.net

Em entrevista a Radio Cidade FM a diretoria do Serrano se manifestou nesta terça-feira na reapresentação do elenco, o presidente Valdir Cagnini falou da primeira ação, que foi a dispensa de parte do elenco.

A comissão técnica foi dispensada e os jogadores: Renaldo, Jorginho, Índio, Massai, Washington e Thiago Melo. A equipe vai ser comandada pelo preparador físico Ivan junto com Andrey treinador de goleiros no jogo contra o Rio Branco, no domingo.

Cagnini argumentou que com as dispensas o clube vai fazer uma grande economia já que partes destes jogadores estavam em casas ou em hoteis e irá ajudar a quitar as dívidas na cidade.

O presidente foi questionado sobre o desentendimento entre Hugo e Renaldo durante o jogo e entre Joel e Ricardo Pinto; segundo o presidente, a diretoria cobrou isso de todos os envolvidos. Já que ambos na hora do jogo estavam de sangue quente. E ao final todos acabaram conversando e se desculpando pelos fatos ocorrido.

Cagnini complementou que mesmo que não tivesse estas discussões as dispensas iriam acontecer com a derrota ou com empate.

Agora a diretoria irá começar a montagem da equipe para a disputa da Copa Tribuna.

terça-feira, 16 de março de 2010

Gol nos acréscimos em clássico rebaixa o Serrano

Da Equipe FutebolPR

O Operário obteve uma vitória eletrizante neste domingo. Com um gol aos 47min do 2.º tempo, o Fantasma ganhou por 2 x 1 do Serrano e voltou a frequentar o G8. O Fantasma agora soma 17 pontos e ocupa a 7.ª colocação momentaneamente. Na última rodada vai a Rolândia, enfrentar o rebaixado Nacional, e se vencer confirma a presença na próxima vaga.

Já o Serrano, com a derrota, está oficialmente rebaixado. Na última rodada, o time de Prudentópolis cumpre tabela recebendo o desesperado Rio Branco. O tigre jogou boa parte da partida com um jogador a mais, mas não soube converter a superioridade numérica em gols.

O Operário abriu o placar aos 34min do 2.º tempo, através de Baiano. Antes, aos 27min, Serginho Catarinense havia desperdiçado um pênalti. O desespero do Fantasma cresceu aos 44min, quando índio empatou para o Serrano. Um minuto depois, o visitante perdeu Anderson Paraná expulso.

Embalado pelo bom público no Germano Kruger, o Operário foi para cima e numa jogada aérea Clênio escreveu a vitória aos 47min da etapa final. Para preservar o 7.º lugar, o Fantasma precisa que o Corinthians Paranaense não vença o Coritiba ainda neste domingo.

14/3/2010
Operário 2 x 1 Serrano
Local: Germano Kruger, em Ponta Grossa; Árbitro: Adriano Milczvski; Assistentes: Gílson Bento Coutinho e Alessandro Rodrigues Mori; Renda: R$ 54.745; Público: 3.334; Gols: Baiano, 34min; Índio, 44min, e Clênio, 47min do 2.º; Cartões amarelos: Gílson; Expulsão: Rafael Leandro, 24min do 1.º, e Anderson Paraná, 45min do 2.º
Operário: Felipe; Lisa, Leonardo, Rodrigo Delazzari e Gílson; Dario, Serginho Paulista, Serginho Catarinense e Ceará (Clênio, 14min do 2.º); Rafael Leandro e Baiano
Técnico: Caçapa
Serrano: Val; Jonathan, Índio e Anderson Paraná; Hugo, Joel (Alcimar, 36min do 1.º), Thiago Bocão, Massai(Robinho, 16min do 2.º) e Bruno Guerreiro; Jorginho e Renaldo
Técnico: Ricardo Pinto

sábado, 13 de março de 2010

Serrano enfrenta o Operário em clássico da região

Da Equipe FutebolPR

Em tese, o Operário é o favorito para vencer o duelo deste domingo, às 15h50, no Germano Kruger. Para que confirme isso, a equipe precisa superar o fantasma de atuar em casa. Na 9.ª colocação, poderia estar em uma posição bem melhor não fossem os tropeços contra o mandante. Contra o Serrano, o momento exige que se repitam as atuações apresentadas em Curitiba, quando venceu Atlético e Corinthians Paranaense e empatou contra o Paraná.

O técnico Caçapa, apesar da importância do jogo, não esconde a escalação e repete o mesmo time que venceu o Timãozinho, sábado passado. O treinador procura passar tranquilidade à equipe e prega união entre torcida e jogadores. Caso vença, o Operário terá chances de, na última rodada da 1.ª fase, buscar a classificação fora de casa, contra o já rebaixado Nacional.

Já o Serrano faz seu jogo mais importante no campeonato. Uma derrota confirma o rebaixamento do clube de Prudentópolis, que desde a 1.ª rodada freqüenta a ZR. Sem muitos recursos técnicos, o treinador Ricardo Pinto não vê outra saída senão tentar pelo menos um empate e contar com tropeços de Rio Branco e Toledo. Se isso ocorrer, terá a chance de levar a decisão para casa no confronto direto contra o time de Paranaguá.

14/3/2010
Operário x Serrano
Local: Germano Kruger, em Ponta Grossa; Horário: 15h50; Árbitro: Adriano Milczvski; Assistentes: Gilson Bento Coutinho e Alessandro Rodrigues Mori
Operário: Felipe; Lisa, Leonardo, Rodrigo de Lazzari e Gílson; Dario, Serginho Paulista, Serginho Catarinense e Ceará; Rafael Leandro e Baiano
Técnico: Caçapa
Serrano: Val; Jonathan, Índio e Bruno Guerreiro; Hugo, Jorginho, Thiago Bocão, Massai e Mário; Robinho e Renaldo
Técnico: Ricardo Pinto

quinta-feira, 11 de março de 2010

TJD mantém mando do Serrano

Da Equipe FutebolPR

Na noite desta terça-feira, o TJD-PR julgou o caso do jogo Serrano 1 x 2 Cianorte, quando houve incidentes no final partida. O time de Prudentópolis corria o risco de perder mando de campo, mas os auditores decidiram apenas pela multa de R$ 2 mil. Com isso, o estádio Newton Agibert está liberado para o jogo contra o Rio Branco, na última rodada da 1.ª fase. Domingo, o Serrano vai a Ponta Grossa enfrentar o Operário.

segunda-feira, 8 de março de 2010

Em situação delicada, Serrano é derrotado pelo Paraná

Da Equipe FutebolPR

O Paraná Clube deixou bem encaminhada sua classificação para a 2.ª fase do Campeonato Paranaense ao vencer o Serrano por 1 x 0, neste domingo, em Prudentópolis. O resultado mantém o Tricolor invicto em jogos fora de casa, com 17 pontos, e deixa a equipe a um ponto de garantir a classificação matemática. Já o Serrano está virtualmente rebaixado para a Divisão de Acesso de 2011.

O Paraná começou a partida impondo uma blitz contra o Serrano, que mesmo jogando em casa preferiu congestionar o meio-campo para perder de pouco. Apesar da retranca dos donos da casa, aos 11min o Tricolor abriu o placar. Márcio Diogo puxou contra-ataque rápido e fez a assistência para Everton bater de primeira e definir o placar em 1 x 0 para o Paraná.

A partir do gol tricolor, o jogo caiu em um marasmo de dar dó até o término do 1.º tempo. Na etapa final, o ritmo do jogo não foi diferente, mas não por culpa dos treinadores, que gastaram todas as substituições. As mudanças beneficiaram mais o Serrano, que a partir dos 36min exigiu que o goleiro Juninho realizasse duas importantes defesas. Uma em um chute à queima-roupa de Thiaguinho; outra, aos 43min, em uma cabeçada de Robinho.

A pressão do Serrano só parou aos 45min, quando Thiaguinho foi expulso. Com um jogador a menos, o time de Prudentópolis resignou-se com a 7.ª derrota no campeonato.

7/3/2010
Serrano 0 x 1 Paraná Clube
Local: Newton Agibert, em Prudentópolis; Árbitro: Evandro Rogério Roman; Assistentes: Moisés Aparecido de Souza e José Renê Stavinski; Renda: R$ 10.378; Público: 537; Gol: Everton, 11min do 1.º; Cartões amarelos: Renaldo, Jorginho, Índio, João Paulo e André Luiz; Expulsão: Thiaguinho, 45min do 2.º
Serrano: Val; Jonathan, Índio e Bruno Guerreiro; Hugo, Jorginho, Thiago Bocão, Massai (Thiaguinho, 13min do 2.º) e Mário (Thiago Melo, 13min do 2.º); Alcimar (Robinho, 30min do 2.º) e Renaldo
Técnico: Ricardo Pinto
Paraná: Juninho; Irineu, Luís Henrique e Diego Corrêa; Jefferson, Chicão, João Paulo, Vinícius (Elvis, 14min do 2.º) e Everton (André Luiz, 14min do 2.º); Márcio Diogo (Igor, 31min do 2.º) e Marcelo Toscano
Técnico: Marcelo Oliveira

sábado, 6 de março de 2010

Diante do Paraná, Serrano luta para fugir da queda

Da Equipe FutebolPR

Na sequência, o Paraná Clube enfrenta Serrano, Nacional e Toledo. Os três adversários, junto com o Engenheiro Beltrão, formam o pelotão que está na zona de rebaixamento do Campeonato Paranaense. Para conseguir confirmar sua classificação para a 2.ª fase, o Tricolor só tem uma saída: vencer os três jogos.

A saga começa neste domingo, às 15h, em Prudentópolis. O Serrano joga praticamente a última cartada para não ser rebaixado. Em relação ao time que venceu na rodada passada, o técnico Ricardo Pinto mexe apenas na defesa. Índio retorna ao setor. Apesar de precisar ganhar desesperadamente, o treinador não vai abdicar do 3-5-2.

A expectativa é de que o Newton Agibert recebe perto de 1.500 torcedores. O Serrano soma 10 pontos e ocupa a 12.ª colocação. O clube está na ZR desde a 1.ª rodada e pode deixá-la pela primeira vez se vencer o Paraná Clube.

O Tricolor terá o retorno de Chicão ao meio-campo, que manda Luiz Camargo para o banco. O setor ganhará também a titularidade de Vinícius, no lugar de Edimar. O técnico Marcelo Oliveira armou um time com características mais ofensivas para manter a invencibilidade como visitante.

Atualmente, o Paraná ocupa o 8.º lugar, mas trata-se de uma posição considerada maldita pelos tricolores. Como ela vai obrigar jogar todas as partidas da 2.ª fase fora de casa, a meta na Vila Capanema é ganhar os 3 jogos restantes para tentar galgar pelo menos a 4.ª colocação.

7/3/2010
Serrano x Paraná Clube
Local: Newton Agibert, em Prudentópolis; Horário: 15h; Árbitro: Evandro Rogério Roman; Assistentes: Moisés Aparecido de Souza e José Renê Stavinski
Serrano: Val; Washington Baiano, Índio, Jonathan e Bruno Guerreiro; Jorginho, Joel, Tiago Bocão e Massai; Washington e Renaldo
Técnico: Ricardo Pinto
Paraná: Juninho; Jefferson, Irineu, Luís Henrique e Diego Correia; Chicão, João Paulo, Vinícius e Everton; Márcio Diogo e Marcelo Toscano
Técnico: Marcelo Oliveira

segunda-feira, 1 de março de 2010

Em jogo emocionante, Serrano vence Engenheiro Beltrão aos 47 do 2º tempo

Do Futebolparanaense.net

Pela décima rodada do Campeonato Paranaense 2010, o Engenheiro Beltrão enfrentou o Serrano no Estádio Erick George em Rolândia. O jogo começou muito pegado, os times erravam muitos passes e com poucas finalizações corretas. O resultado não foi o esperado pelo Engenheiro que perdeu por 3 a 2 e depende de resultados para não amargar o rebaixamento para segunda divisão com três rodadas de antecedência, ainda esta noite

A vitória do Serrano aconteceu apenas no segundo tempo, Massai marcou o primeiro dos visitantes, aos 4 min. Aos 17 min, Renaldo em cobrança de pênalti amplia. Tomas responde para o Engenheiro Beltrão aos 20 min., O Engenheiro Beltrão chegou a empatar com Safira aos cobrando pênalti aos 43min, mas Massai aos 47 min fez o gol da 1ª vitória do Serrano fora de casa

Na zona de rebaixamento, o Serrano tem agora 10 pontos na 12ª, o Engenheiro Beltrão praticamente esta rebaixado à segunda divisão estadual. O time tem apenas 4 pontos em 10 jogos.

O jogo deste domingo aconteceu em Rolândia, devido a FPF interditar novamente o estádio João Cavalcanti de Menezes em Engenheiro Beltrão, por falta das obras prometidas.

Chuva de gols no segundo tempo rebaixa a AEREB

Da Equipe FutebolPR

Jogando com portões fechados no Erick Georg, o Engenheiro Beltrão perdeu por 3 x 2 para o Serrano e está rebaixado para a Divisão de Acesso de 2011. A partida aconteceu em Rolândia por que o estádio de Engenheiro Beltrão foi novamente interditado. A equipe de Prudentópolis agradeceu a mudança e ainda respira no campeonato.

Os cinco gols do jogo saíram todos no 2.º tempo. O Serrano chegou a abrir 2 x 0, com gols de Massai e Renaldo, mas o Engenheiro Beltrão demonstrou raça e empatou com Tomaz e Safira. No entanto, no último minuto, Massai deu a vitória para o Serrano.

Agora é a equipe de Prudentópolis que provavelmente terá de atuar fora de casa. Nesta semana, o TJD-PR deve julgar incidentes no jogo Serrano 1 x 2 Cianorte, pela 9.ª rodada, que pode resultar na perda de mando do time do técnico Ricardo Pinto.

Se confirmada a punição, o Serrano terá de enfrentar o Paraná Clube longe do Newton Agibert. Já o Engenheiro Beltrão vai enfrentar o Cianorte fora de casa na próxima rodada.

Na classificação, o Serrano sustenta o 12.º lugar, com 10 pontos, e o Engenheiro Beltrão, há 10 rodadas na laterna, com 4 pontos.

28/2/2010
Engenheiro Beltrão 2 x 3 Serrano
Local: Erick Georg, em Rolândia; Árbitro: Maurício Batista dos Santos; Assistentes: Luis Henrique de Souza Santos Renesto e Márcio Lopes Guerra; Renda: R$ 160; Público: 16; Gols: Massai, 4min e 47min; Renaldo, 17min; Tomaz, 20min; Safira, 43min, e Massai, 47min do 2.º
Engenheiro Beltrão: Herbert; Baiano, Macula, Douglas e Wellington; Gaúcho, Marcelo, Thomas e Safira; Douglas Freitas e Helinho
Técnico: Joel Costa
Serrano: Val; Washington Baiano, Mário, Jonathan e Bruno Guerreiro; Jorginho, Joel, Tiago Bocão e Massai; Washington e Renaldo
Técnico: Ricardo Pinto

sexta-feira, 26 de fevereiro de 2010

Serrano denunciado no TJD

Serrano denunciado no TJD

Geraldo Bubniak - Portal Futebolparanaense.net


O Serrano foi denunciado no TJD por agressões e invasão de gramado no jogo de domingo contra o Cianorte no estádio Newton Agibert, em Prudentópolis.

O árbitro Cléber Ludwig relatou na sumula a confusão apos o apito final, onde houve empurra empurra entre jogadores e diretores nas portas dos vestiários.

O Tigre da Serra tem dois jogos em casa ainda na competição, enfrenta o Parana Clube no domingo dia 7 e o Rio Branco no dia 21.

domingo, 21 de fevereiro de 2010

Serrano sofre a primeira derrota em casa

Da Equipe FutebolPR

A 1.ª vitória fora de casa do Cianorte, neste Campeonato Paranaense, veio na hora certa. Com os 3 pontos obtidos em Prudentópolis, o Leão do Vale deu um salto na classificação e viabilizou sua classificação. Com 13 pontos, a equipe passa a depender só dela para se garantir no G8.

Já o Serrano, com a derrota em casa, está virtualmente rebaixado. O time se mantém com 7 pontos e tem mais 4 jogos para ganhar 8 pontos, pelo menos. Significa que não pode mais perder na competição se quiser seguir na elite do futebol paranaense em 2011.

O time de Prudentópolis bem que tentou mudar o destino. Impondo uma blitz contra o Cianorte, o Serrano chegou aos gol aos 23min do 1.º tempo, através de Jonathan. Com o 1 x 0, acabou a força da equipe do técnico Ricardo Pinto. O Cianorte usou o placar adverso como um biotônico e passou a dominar o jogo.

No 2.º tempo, veio a virada do Leão do Vale. Marquinhos Cambalhota foi decisivo para o placar de 2 x 1. Ele empatou o jogo e aos 21min sofreu o pênalti que foi convertido por Leandro Marangon. Depois da virada, a torcida do Serrano não poupou o time e passou a gritar “vergonha” e “timinho, timinho”. Foi a senha para mostrar que a torcida prudentina jogou a toalha quanto às chances da equipe no campeonato.

21/2/2010
Serrano 1 x 2 Cianorte
Local: Newton Agibert, em Prudentópolis; Árbitro: Cléber de Jesus Ausec Ludwig; Assistentes: José Amilton Pontarolo e Rogério de Oliveira Costa; Renda: R$ 7.346; Público: 295; Gol: Jonathan, 23min do 1.º, e Marquinhos Cambalhota, aos 9min e Leandro Marangon, 22min do 2.º; Cartões amarelos: Marquinhos Cambalhota, Val e Jean
Serrano: Val; Hugo (Washington Baiano, 39min do 2.º), Mário, Jonathan e Bruno Guerreiro; Jorginho, Joel (Tiaguinho, 19min do 2.º) , Tiago Bocão e Massai; Washington (Robinho, no intervalo) e Renaldo
Técnico: Ricardo Pinto
Cianorte: Marcelo; Brinner, Rodrigo Silva e Catatau; Jean, Leandro Marangon, Kena (Neílson, no intervalo), Flavinho e Rincón (Amaral, 24min do 2.º); Vinícius e Marquinhos Cambalhota
Técnico: Luiz Carlos Winck

Serrano precisa da vitória para sair da zona de rebaixamento

Da Equipe FutebolPR


No Newton Agibert, neste domingo, às 15h30, Serrano e Cianorte jogam de olho no clássico Coritiba x Paraná. Por quê? No caso do Serrano, se ele vencer e o Tricolor perder, pela 1.ª vez o time de Prudentópolis terá a chance de sair da ZR. Já o Cianorte também vai torcer contra o Paraná, pois mesmo que perca para o Serrano não correrá o risco de voltar à área de rebaixamento.

No Tigre, a novidade será o retorno de Renaldo, que ganhou folga na rodada do meio de semana para curtir o carnaval baiano. Já o Cianorte contará com a volta dos jogadores de meio-campo Vagner Rosa e Rodrigo Silva, que já se recuperaram de lesão.

Na classificação, o Cianorte é o 9.º colocado, com 10 pontos, enquanto o Serrano é o 12.º, com 7.

21/2/2010
Serrano x Cianorte
Local: Newton Agibert, em Prudentópolis; Horário: 15h30; Árbitro: Cléber de Jesus Ausec Ludwig; Assistentes: José Amilton Pontarolo e Rogério de Oliveira Costa
Serrano: Val; Hugo, Mário, Índio e Bruninho; Jorginho, Joel, Thiago Melo e Tiaguinho; Massai e Renaldo
Técnico: Ricardo Pinto
Cianorte: Rai; Brinner, Márcio Nunes e Catatau; Vagner Rosa, Jean, Leandro, Rodrigo Silva e Marquinhos Alagoano; Heitor e Marquinhos Cambalhota
Técnico: Luiz Carlos Winck

quinta-feira, 18 de fevereiro de 2010

Serrano perde do Iraty em clássico regional

Da Equipe FutebolPR

Sem Renaldo, que foi liberado para curtir o carnaval na Bahia, O Serrano não foi feliz em seu primeiro confronto contra o rival Iraty. Jogando muito defensivamente, o time de Prudentópolis perdeu por 1 x 0 para o Azulão, na tarde desta quarta-feira, no Emílio Gomes. O resultado complica o Tigre e deixa o Iraty bem perto da classificação – em 4.º lugar, com 14 pontos.

No 1.º tempo, o Azulão encontrou dificuldades para furar a retranca do rival, que claramente se contentava com o empate. O jogo teve poucos lances agudos e o técnico Gilberto Pereira foi para o tudo ou nada na etapa final. Ele tirou o excesso de volantes e colocou jogadores mais ofensivos.

As mudanças foram bem sucedidas e o Iraty encurralou o Serrano. Até que aos 35min Willian Dagol fez 1 x 0. Depois de uma cobrança de falta pela direita, realizada por Airton, o artilheiro da tarde apareceu nas costas da zaga e definiu o placar.

O Serrano saiu de campo reclamando de um pênalti em Chulapa e de outras interferências do trio de arbitragem. Com a derrota, o Tigre segue na zona de rebaixamento, com 7 pontos, e tem cinco rodadas para conseguir se livrar da degola.

17/2/2010
Iraty 1 x 0 Serrano
Local: Emilio Gomes, em Irati; Árbitro: Nilo Neves de Souza Jr.; Assistentes: Júlio César de Souza e Alessandro Rodrigues Mori; Renda: R$ 9.023,00; Público: 681; Gol: Willian Dagol, 35min do 2.º; Cartões amarelos: Diogo, Edílson e Joel
Iraty: Valter; Airton, Rogério, Renê e Gilvan (Willian Dagol); Silvio, Diogo, Uederson (Cleiton) e Edilson; Ceará e Marquinhos(Artur)
Técnico: Gilberto Pereira
Serrano: Val; Hugo, Mário, Índio e Bruninho; Jorginho, Joel, Thiago Melo e Robinho (Tiaguinho); Massai (Washington) e Rocha (Chulapa)
Técnico: Ricardo Pinto

segunda-feira, 15 de fevereiro de 2010

Serrano marca 29 gols em dois amistosos

A pontaria do Serrano que anda desafinada no Paranaense, desta vez, não falhou e marcou 29 gols em dois amistosos realizados no último fim de semana em Prudentópolis. O Porto-SC e a Seleção de Guamiranga foram as vítimas do pior ataque da competição estadual, que passou por cima dos adversários como um rolo compressor na tarde de sábado (13) no Estádio Municipal Newton Agibert.

Os comandados de Ricardo Pinto aproveitaram a fragilidade do time de Porto União, que se prepara para o Campeonato Catarinense da Segunda Divisão previsto para começar no segundo semestre deste ano, e aplicaram uma goleada histórica de 20 a 0. Na preliminar, os reservas do Tigrão da Serra bateram o combinado amador de Guaramiranga, município vizinho, pelo placar de 9 a 0.

Após a folga de domingo, o Serrano se apresentou aos trabalhos na manhã desta segunda. Os jogadores treinam no Newton Agibert a partir das 16 horas. Ainda hoje, o técnico Ricardo Pinto começará a encaminhar a equipe para o clássico da região contra o Iraty, às 16h40min de quarta, no Emilio Gomes, em Irati, pela oitava rodada do Paranaense.

segunda-feira, 8 de fevereiro de 2010

Serrano vence o NAC e embola parte debaixo da classificação

Do Futebol PR

No Newton Agibert, em Prudentópolis, o Serrano entregou a penúltima colocação do campeonato para o Nacional. O time do técnico Ricardo Pinto venceu o NAC por 1 x 0, neste domingo, e embolou a classificação na parte debaixo da classificação.

O 1.º tempo foi um jogo de poucas emoções. O Serrano teve mais domínio da bola, mas não conseguiu chegar com perigo ao gol do Nacional. Nos lances em que concluiu, o time de Prudentópolis exigiu que o goleiro Camilo realizasse defesas por intuição. O sol estava batendo direto no gol defendido por ele.

No intervalo técnico, Ricardo Pinto começou a acertar o Serrano, pedindo que a equipe explorasse mais as bolas paradas. O Serrano terminou o 1.º tempo em cima do Nacional e voltou na etapa final no mesmo ritmo. O gol não demorou a sair. Tiago Bocão venceu a zaga na força e a bola sobrou para Renaldo finalizar no canto, aos 3min.

Depois disso o Nacional acordou para o jogo e foi para cima. Daí quem se destacou foi o goleiro Val. O Serrano só equilibrou as ações a partir da metade do 2.º tempo, quando Chulapa entrou no lugar de Tiaguinho e reforçou a marcação no meio-campo.

O Nacional ficou sem espaço para contra-atacar e recuou para preservar a derrota de 1 x 0 e não se complicar ainda mais na classificação.

Os dois times seguem na ZR. O Serrano foi a 7 pontos e ocupa a 12.ª posição. O Nacional, com 5 pontos, é o 13.º.

7/2/2010
Serrano 1 x 0 Nacional
Local: Newton Agibert, em Prudentópolis; Árbitro: Ricardo de Lima Legnani; Assistentes: Arquimedes Restelato da Silva e Marcelo Pavan; Renda: 6.580; Público: 549; Gol: Renaldo, 3min do 2.º; Cartões amarelos: Jonathan, Mário e Luizinho
Serrano: Val; Hugo, Jonathan e Mário; Bruno, Joel (Washington, no intervalo), Tiago Bocão, Massai e Anderson Paraná; Renaldo (Thiago Melo, 40min do 2.º) e Tiaguinho (Chulapa, 23min do 2.º)
Técnico: Ricardo Pinto
Nacional: Camilo; Maicon, Erico, Diego e Bruno; Ueliton (Conceição, 8min do 2.º), Luizinho (Paraíba, no intervalo), Flávio e Tiago; Márcio e Rodrigo (Samuel, 31min do 2.º)
Técnico: Claudemir Sturion

quinta-feira, 4 de fevereiro de 2010

No fim, Serrano leva virada da ACP em Paranavaí

DO FUTEBOL PR

O Paranavaí perdeu a posição de melhor time do interior na classificação – o Iraty assumiu esse posto -, mas o G8 segue sorrindo para o ACP. Nesta quinta-feira à noite, a equipe venceu o Serrano e foi a 10 pontos. Já a equipe de Prudentópolis começa a ficar confinada à zona de rebaixamento, faltando sete rodadas para terminar a 1.ª fase do estadual.

O Serrano bem que tentou pôr um fim em sua sina de “sócio” da ZR. Aos 18min do 2.º tempo, Massai abriu o placar. Mas a alegria do visitante durou só três minutos. Riber empatou para o ACP aos 21min e Jean Carlos virou o jogo aos 29min da etapa final.

No 1.º tempo, o jogo foi muito truncado e o Serrano conseguiu anular as ações do ACP. A partida só deslanchou na etapa final por que o técnico Itamar Bernardes decidiu atacar, colocando Rilber, que desequelibrou o confronto. É bem verdade que levou um susto, mas a força ofensiva assegurou a terceira vitória no estadual.

No final do jogo, o atacante Renaldo desperdiçou a chance de empatar. O jogador acertou cabeceio, mas o goleiro Vilson operou uma boa delesa.

3/2/2010
Paranavaí 2 x 1 Serrano
Local: Waldemiro Wagner, em Paranavaí; Árbitro: Leandro Junior Hermes; Assistentes: Carlos Braatz e Wilson Aparecido Brito; Renda: R$ 15.350; Público: 325; Gols: Massai, 18min; Rilber, 21min, e Jean Carlos, 29min. do 2.º; Cartões amarelos: Casrlos Lima, Joel e Tiago
Paranavaí: Vilson, Daniel Marques, Alex Noronha, Robenval (Jean Carlos, no intervalo), William Pomarola e Rogerinho; Carlos Lima (Duda, no intervalo), Mikimba e Rilber; Danielzinho e Marcelo Peabiru
Técnico: Itamar Bernardes
Serrano: Paulo, Hugo, Jonatas, Mário e Washington Baiano; Bruno (Rocha, 24min do 2.º), Joel (Chulapa, 37 do 2.º), Tiago e Massai; Renaldo e Tiaguinho (Washington, no intervalo).
Técnico: Ricardo Pinto

terça-feira, 2 de fevereiro de 2010

Serrano embarca com 20 jogadores para o Noroeste



O zagueiro Mário e o atacante Tiaguinho iniciam a partida entre os titulares (foto)

Douglas Torraca

O Serrano embarcou no início da tarde desta terça-feira para a região noroeste do Estado, onde enfrenta o Paranavaí, em partida válida pela sexta rodada do Paranaense. O técnico Ricardo Pinto relacionou 20 jogadores para o jogo decisivo desta quarta-feira, às 20h30, no estádio Waldemiro Wagner, onde o time de Prudentópolis vai tentar sua primeira vitória longe de casa.

A delegação, além de jogadores e comissão técnica, levou 28 integrantes para o local do jogo. Na lista dos passageiros, estão presentes o presidente do clube Valdir Cagnini, o vice Paulo Guedes, o diretor Florisval Cruz, o supervisor Luis Carlos, o auxiliar técnico Juresco, o preparador de goleiros Andrei, o fisioterapeuta Vírgilio, e os roupeiros Rato e Luis Fernando. A chegada em Paranavaí está prevista para as 21 horas desta terça.

Em contrapartida, o meia Alcimar e os atacantes Robinho e Marcão, os dois últimos estão recuperando da forma física, seguem fora e não viajaram com o restante do grupo. O lateral-esquerdo Fabrício, também lesionado, foi dispensado.
Para o duelo, Ricardo Pinto deve escalar praticamente a mesma equipe que venceu o Cascavel por 1 a 0 na última rodada. Entretanto, ele ganhará o reforço de Anderson Paraná que retorna na vaga de Washington Baiano.

O Tigrão da Serra entra em campo com Val; Hugo, Anderson Paraná, Jonathan e Thiago Bocão; Rocha, Joel (ou Mello), Bruninho Guerreiro e Massai; Renaldo e Tiaguinho.

Confira a relação dos atletas que viajaram:

Goleiros: Val, Bruno e Júnior;
Laterais: Washinton Baiano, Anderson Paraná e Hugo;
Zagueiros: Mário, Índio e Jonathan;
Meio-campistas: Bruninho Guerreiro, Thiago Bocão, Rocha, Joel, Mello, Massai e Chulapa;
Atacantes: Tiaguinho, Renaldo, Amilton e Washington;

Lesionado, lateral Fabrício é dispensado

Douglas Torraca

O lateral-esquerdo Fabrício, que não jogou nenhuma partida no Paranaense 2010, foi dispensado pela diretoria do Serrano. Contratado junto ao Roma no início de janeiro, o atleta rompeu o ligamento do joelho na segunda semana de treino na equipe e ficou fora de todos os jogos da competição. O lateral foi reprovado no exame realizado na última sexta-feira no departamento médico do Tigrão da Serra.
O jogador viajou na noite de domingo para Apucarana, onde será submetido a uma cirurgia. Fabrício lamentou a lesão e diz que não sabe quanto tempo ficará afastado dos gramados. Ele saberá da gravidade da contusão após passar por novos exames ainda esta semana.

domingo, 31 de janeiro de 2010

Com gol de Renaldo, Serrano consegue a primeira vitória no Paranaense


Douglas Torraca

O Serrano sofreu para bater o Cascavel por 1 a 0, neste domingo no estádio Newton Agibert, em Prudentópolis, e conquistar sua primeira vitória no Paranaense. O técnico Ricardo Pinto, que pela primeira vez comandou o Tigre, aprovou a atuação de seus jogadores, mas fez questão de deixar claro que é possível render ainda mais. Segundo o treinador, há aspectos que precisam ser aperfeiçoados.
"O time estava precisando sorrir. Necessitavamos desta vitória e conseguimos. Ainda temos muitos jogos e muito trabalho pela frente. É sempre bom ganhar, ainda mais em uma estreia", avaliou.

Já pensando em sua próxima partida, diante do Paranavaí, fora de casa, na próxima quarta-feira, Pinto evitou comentar sobre as especulações em torno das contratações do atacante Aldrovani e do lateral Reginaldo Nascimento. "Temos um grupo muito grande, inchado, que será avaliado", despitou.

O presidente do clube, Valdir Cagnini, compartilhou do mesmo discurso do treinador, afirmando que a diretoria terá cautela nascontratações e dando sinais que haverá dispensas na equipe após o amistoso programado para a tarde de quinta-feira diante do Iraty, fora de casa. Ele também admitiu que manteve contato com Aldrovani, mas disse que o atacante está fora dos planos. "Não sei. Parece que o Aldrovani acertou com outro time", respondeu ao ser questionado sobre a possível aquisição do centroavante.

Outro jogador que saiu contente de campo com a atuação do grupo foi Renaldo, de 39 anos. O veterano que planejava antes da competição brigar pela artilharia, enfim, encontrou o caminho das redes neste domingo. Porém, o camisa 9 contou com a ajuda do novo treinador que escalou o meia Tiaguinho pela primeira vez como titular para dar velocidade ao time. Aos 16 minutos, em uma troca de passes entre os dois jogadores, Renaldo, por pouco, não acabou com jejum ao cabecear no travessão. O alívio veio aos 26 minutos. Tiaguinho meteu um passe para Renaldo, que ainda driblou o goleiro e marcou seu primeiro gol no Estadual.

Com a desvantagem no marcador, o Cascavel esboçou reação, mas esbarrou nas defesas do goleiro Val, que estava em uma tarde inspirada. O jogo seguiu equilibrado no segundo tempo com as duas equipes desperdiçando várias chances.

O treinador Elói Kruger lamentou as oportunidades perdidas. Além do mais para a próxima partida contará com o desfalque do volante Fábio Rosa, que foi negociado com o Mixto-MT e pela última vez vestiu a camiseta da Serpente. No entanto, ganhará os reforços de Sidiclei e Canela, recém contratados. "No segundo tentamos reagir e buscamos o empate. Criamos muitas chances, mas faltou tranquilidade e cautela", ressaltou Elói. Mesmo com a vitória, o Tigre segue na zona de rebaixamento, agora com quatro pontos.

CONFUSÃO

O clima esquentou depois que o árbitro Everaldo Lambert dos Reis encerrou o jogo. O arqueiro Veloso, do Cascavel, e o treinador de goleiros serranista, Andrey, iniciaram uma discussão. A confusão continuou em volta do túnel e quase terminou em pancadaria. Os jogadores e integrantes da comissão técnica das duas equipes trocaram farpas e empurrões. A briga foi contida com a entrada da Polícia Militar em campo.

Serrano 1 x 0 Cascavel
Local: Newton Agibert, em Prudentópolis; Árbitro: Everaldo Lambert dos Reis; Assistentes: Marcos Rogério da Silva e José Renê Stavinski; Renda: R$ 13.350; Público: 828; Gols: Renaldo, 25min do 1.º; Cartões amarelos: Hugo, Rafael, Wellington e Anderson Paraná
Serrano: Val; Hugo, Washington Baiano (Anderson Paraná, 14min do 2.º), Jonathan e Tiago Bocão; Rodrigo, Joel (Mello, 23min do 2.º), Bruninho Guerreiro e Massai; Renaldo e Tiaguinho
Técnico: Ricardo Pinto
Cascavel: Veloso; Rafael; Ciro, Rodrigo e Gílson; Fábio Rosa (Wellington, 21min do 2.º), Kim, Irineu e Ueverson (Tasa, 31min do 2.º); Bruno e Mineiro (Tininho, 31min do 2.º)
Técnico: Eloi Kruger

sexta-feira, 29 de janeiro de 2010

Serrano pode acertar com veterano Aldrovani

Douglas Torraca

Com o pior ataque entre os 14 clubes do Campeonato Paranaense, o Serrano está a procura de um atacante para reforçar o setor ofensivo. O nome que surge com mais força em Prudentópolis é o do veterano Aldrovani, de 37 anos, que já passou pelo Paraná e que deixou recentemente o Atlético Rioverdense, de Goiás. O Tigre marcou apenas um gol em quatro jogos na competição.
O jogador de 37 anos está recuperando a forma física e descansando em Imbituva, sua terra natal, município localizado a 30 quilômetros de Prudentópolis. O atacante confirmou o interesse do Serrano. “Estou em casa, aguardando propostas. O Cagnini (Valdir, presidente do Serrano) me ligou esses dias e ficou de me ligar, novamente. Estou vendo uma situação, caso não der certo. De repente acertamos”, revelou o centroavante.
Aldrovani foi revelado nas categorias de base do Paraná, em 1995, e no ano seguinte se transferiu para o NAC, da Holanda. Depois disso, não atuou mais em clubes do Estado. Além do Paraná, o atleta ainda defendeu Paysandu-PA, Vila Nova-GO, Glória-RS, Caxias-SC, Juventude-RS, Sport-PE, Figueirense-SC, Bahia-BA, Figueirense-SC, Juventus-SP, Ceará-CE, Metropolitano-SC, Santa Helena-GO, Sertãozinho-SP, Itumbiara-GO, 15 de Novembro-RS, Náutico-PE, Goiás-GO, Metropolitano-SC e Jataiense-GO. Seu último clube foi o Atlético Rioverdense, onde conquistou, no fim do ano passado, o título de campeão da Terceira Divisão do Campeonato Goiano.

Ficha Técnica:

Nome: Aldrovani Menon
Nascimento: 30/07/ 1972 (37 anos)
Naturalidade: Imbituva (PR)
Posição: Atacante
Altura: 176 cm
Peso: 76 kg

Ricardo Pinto já está em Prudentópolis

Ricardo Pinto, ex-goleiro do Atlético Paranaense, já está em Prudentópolis. O novo treinador do Serrano desembarcou na tarde desta sexta-feira às 18 horas no Estádio Newton Agibert e acompanhou a parte final do coletivo da equipe.

Pinto substitui Carlos Nunes, demitido na manhã de ontem. A era Nunes no comando do Tigre durou 70 jogos. Ontem (29), o treinador e o auxiliar técnico Chicão despediram dos jogadores com quem conviveram nos últimos dois anos e já retornaram para Ponta Grossa, onde ambos residem.

O grupo ficou sabendo da dispensa de Nunes no meio da tarde de ontem (29). Antes do início do treino no Estádio Municipal, a diretoria reuniu os atletas e fez o anúncio.

Nunes treinava o Serrano desde 2007, ano da fundação do clube, e era o técnico há mais tempo em atividade no futebol paranaense num mesmo clube. Ele subiu com o time desde a terceira divisão, porém, na elite o time dele não venceu nenhum jogo, empatando um e perdendo três, incluindo uma goleada frente ao Atlético na Baixada por 8 a 0 - a maior de um time da cidade na divisão principal do Estado.

O ex-goleiro do Atlético Paranaense Ricardo Pinto foi apresentado no final da tarde desta sexta-feira e já comanda a equipe no jogo de domingo (31) contra o Cascavel em Prudentópolis. Ele ainda trouxe seu auxiliar Juresco.

"Já estava conversando com eles sobre uma proposta fora do Paraná. Aí surgiu esta proposta de ser o treinador. É um desafio grande num campeonato de tiro curto, mas estou animado, empolgao com a perspectiva de projeto que o clube tem", afirmou Ricardo Pinto, em entrevista à Gazeta do Povo.

Nunes não é mais o técnico do Serrano; Ricardo Pinto assume o posto

Douglas Torraca


Novo treinador foi apresentado no fim da tarde de sexta após o coletivo


Depois de dois anos a frente do comando do Serrano, Carlos Nunes, ex-jogador da Portuguesa de Desportos nos anos 80, não é mais o treinador do time da região central do Paraná.

O péssimo desempenho da equipe no Estadual – três derrotas e um empate em quatro jogos – foi crucial para a saída do comandante, que em dois anos levou a equipe da Terceira Divisão a elite do futebol paranaense.
De acordo com o vice-presidente do Tigre, Paulo Guedes, Nunes alcançou o objetivo principal do clube que era o de conduzir o time a elite do futebol paranaense e marcou história no caçula do Estadual, mas os maus resultados não garantiram sua permânencia.

O treinador teve uma passagem marcante no clube. A era Nunes no comando do Serrano durou exatamente 70 jogos. Seu trabalho no Tigre iniciou desde a fundação do time em 2008 e foi responsável pela ascenção meteórica do clube ao conquistar os títulos da Terceira e Segunda Divisão do Paranaense e o vice da Copa Sul Brasileira, somando 40 vitorias, 15 empates e 15 derrotas.

Após demitir Nunes, a direção do Serrano anunciou Ricardo Pinto, ex-goleiro do Fluminense e Atlético Paranaense, como o novo treinador para a equipe, que volta a campo domingo, para enfrentar o Cascavel, em Prudentopolis, em partida válida pela quinta rodada do Estadual. Atualmente, o Tigre ocupa a penúltima colocacão com somente um ponto, tendo o pior ataque e defesa entre os 14 participantes da competicao.

APRESENTAÇÃO

Sem muita badalação, o novo treinador foi apresentado ao grupo de jogadores no fim da tarde de sexta-feira após um treino coletivo no Estádio Municipal Newton Agibert. A torcida serranista aprovou a escolha. Para a diretoria, Pinto que já comandou o rival Operário Ferroviário na Divisão Principal vai agregar mais experiência ao grupo.

Pinto completou 45 anos no último dia 23, justamente nesta data que o Serrano levou a maior goleada de sua história ao perder do Atlético por 8 a 0, na Arena da Baixada.

Em sua carreira como técnico, Pinto trabalhou nas categorias de base do Atlético-PR, e depois passou por Operário-PR, Corinthians-PR, Marcílio Dias-SC, Uberaba-MG, Lemense-SP, Red Bull-SP e Força-SP. No Lemense, conquistou o título de campeão paulista da Série B-1, seu único na função de técnico.

quinta-feira, 28 de janeiro de 2010

Serrano perde do Toledo no Oeste

DA GAZETA DO POVO

O Toledo venceu o Serrano por 1 a 0 na noite desta quarta-feira (27), em Toledo. O gol da partida foi feito aos 22 minutos do segundo tempo por Leandro Bocão, que agora divide a artilharia do Campeonato Paranaense com Rafinha do Coritiba e Marcelo Toscano do Paraná com quatro gols.

Com o resultado, o Toledo vai a cinco pontos. O Serrano é o vice-lanterna com apenas um. O Porco é o próximo adversário do Coxa, no dominjgo (31), na Vila Capanema. O Tigre recebe o Cascavel em Prudentópolis, também no domingo, só que às 16h40.

segunda-feira, 25 de janeiro de 2010

Serrano terá pelo menos três desfalques diante do Toledo


Douglas Torraca, correspondente do Futebol Paranaense.net

Bola pra frente e focando na proposta inicial de conquistar uma vaga no G-8 do Paranaense 2010. Este é o discurso no Serrano mesmo após a goleada sofrida para o Atlético no sábado.

A derrota não abalou a confiança da diretoria serranista no treinador Carlos Nunes, respaldado por conquistas anteriores, seguirá no comando do Tigre. Em reunião, os dirigentes ausentaram Nunes de qualquer culpa pelo estrago e não cogitaram em nenhum momento a mudança no comando técnico.

Para por fim à má fase, o treinador prefere manter sua filosofia de trabalho e quer retornar do Oeste com a primeira vitória na competição. Porém, Nunes adverte do perigo. “Temos que ter cautela para não ser surpreendido. Já sofremos o que tinha para sofrer”, filosofou.

No entanto, as mudanças ocorrerão dentro de campo, mais por lesões e suspensões. O time de Prudentopolis terá pelo menos três desfalques para enfrentar o Toledo, nesta quarta.
Os meias Bruninho Guerreiro, suspenso por acúmulo de cartões amarelos, e Rocha, expulso diante do Furacão, não jogarão e treinaram separados dos demais atletas.

Além deles, Nunes ganhou mais dois problemas. O lateral-esquerdo Anderson Paraná e o atacante Robinho, se machucaram durante o coletivo realizado na tarde de segunda-feira e preocupam. Mas, por enquanto, apenas o lateral está fora do jogo de quarta. Em contrapartida, Robinho foi confirmado no confronto.

Os prováveis substitutos começaram o coletivo entre os titulares que venceram os reservas por 2 a 1. Robinho, Anderson, Índio e Massai atuaram no time de suplentes. Na primeira parte do treino, Nunes colocou em campo: Val, Hugo, Washington Baiano, Jonathan e Mário; Thiago Mello, Joel, Thiago Bocão e Washington II; Renaldo e Marcão. Os reservas contaram com Bruno, Pierre, Francis, Índio e Anderson Paraná; Kanu, Emerson, Chulapa e Alcimar; Robinho e Massai.

O atacante Robinho sentiu o joelho depois de uma dividida com a zaga e deixou o treino mancando. No segundo tempo, Nunes promoveu alterações com alguns jogadores voltando à titularidade. Robinho cedeu seu lugar a Thiaguinho. No primeiro lance do meia, ele carimbou a trave de Val. Logo depois foi a vez de Anderson sair contundido de campo.

O comandante serranista testou três atacantes. O destaque foi Washington, autor dos dois gols do time principal. Amilton descontou para os jogadores reservas. Apesar de se destacar no treino, o centroavante será opção no banco. Na frente, Robinho jogará ao lado de Renaldo.

Carlos Nunes mantém mistério em relação aos titulares e só divulgará a lista após o apronto marcado para as 9 horas desta terça. No entanto, o treinador antecipou que Washington Baiano deverá herdar a vaga de Anderson, enquanto Thiago Mello será o provável substituto de Bruninho. Eles levam vantagem por terem iniciado o treino entre os titulares.

Ainda resta dúvida entre a escalação de Massai ou Joel no lugar de Rocha no meio. Indefinido, o elenco viaja às 13h45 desta terça para Toledo. Para o duelo, Nunes abandonará o sistema 4-5-1 adotado na Arena da Baixada e voltará com o 4-4-2.

Para ele, o mau resultado no confronto da Arena da Baixada só não foi pior porque os candidatos diretos também tropeçaram. O medo, a intranqüilidade e a ansiedade foram os pecados capitais cometidos pela equipe no revés diante do Furacão, apontou o comandante.

Apesar de não falar em mudanças, a diretoria adiantou que está em busca de um zagueiro e um lateral-esquerdo para o decorrer da competição. A ala esquerda tem sido a preocupação após as lesões de Fabrício e Anderson. Fabrício, que ainda não estreou na equipe, será reavaliado após um novo exame marcado para a manhã desta terça.

PROVÁVEL ESCALAÇÃO:
Val, Hugo, Washington Baiano, Jonathan e Índio (ou Mário); Thiago Mello, Joel, Thiago Bocão e Massai; Renaldo e Robinho.

domingo, 24 de janeiro de 2010

Serrano é goleado pelo Atlético na Arena

Do Futebol do Interior

O Atlético-PR arrasou o Serrano na noite deste sábado, ao conseguir uma goleada de 8 a 0, na Arena da Baixada, em Curitiba. Foi a primeira vitória atleticana no Campeonato Paranaense, após um empate e uma derrota nas duas primeiras rodadas.

O volante Alan Bahia fez os dois primeiros gols do jogo, aos 5 e aos 25 minutos. Ainda na etapa inicial, o Atlético-PR marcou outros dois, com Márcio Azevedo e Bruno Mineiro.

No segundo tempo, Netinho, Marcelo, Bruno Mineiro e Bruno Furlan marcaram mais quatro gols para o Atlético-PR, para euforia da torcida que foi à Arena da Baixada.

Com a vitória na abertura da terceira rodada do Campeonato Paranaense, o Atlético-PR foi aos quatro pontos, agora em terceiro lugar. Já o Serrano segue com apenas um ponto.

sexta-feira, 22 de janeiro de 2010

Serrano embarca para Curitiba com 19 jogadores

A delegação do Serrano seguiu para Curitiba no início da tarde desta sexta-feira. Antes do embarque, os jogadores fizeram um trabalho regenerativo seguido de um minicoletivo no Estádio Newton Agibert. O atacante Robinho, que foi poupado do jogo contra o Corinthians, está se recuperado do incômodo no joelho esquerdo e viajará com o time. Porém, o treinador não sabe se escala Robinho ou Marcão no ataque ao lado de Renaldo.

O lateral esquerdo Fabrício, por sua vez, ficou fora da viagem e seguirá em Prudentópolis fazendo um trabalho especial de prevenção contra lesões.

A previsão de chegada em Curitiba está marcada para às 17 horas. O grupo irá dormir na Capital e seguirá no fim da tarde de sábado para a Arena da Baixada, onde enfrentará o Atlético, às 20h30, pela terceira rodada do Campeonato Paranaense 2010.

quinta-feira, 21 de janeiro de 2010

Suposta dengue de Renaldo irrita diretoria do Serrano

TEXTO DA GAZETA DO POVO

Após dois jogos com a camisa do Serrano no Campeonato Paranaense, o veterano atacante Renaldo estaria deixando o time de Prudentópolis depois de contrair dengue. A informação, publicada em um site da internet, pegou a diretoria da equipe e o próprio jogador de 39 anos de surpresa. A necessidade de esclarecer o boato irritou o presidente do Serrano, Valdir Cagnini.

“Não sei de onde saiu essa conversa, mas quero informar que o Renaldo está 100%, se apresentou hoje pela manhã e vai treinar à tarde. Ele jogará sábado contra o Atlético-PR. Estamos tentando descobrir de onde saiu essa mentira”, afirmou o dirigente, por telefone, à Gazeta do Povo.

De acordo com as especulações, o atacante teria passado mal no vestiário do Newton Agibert após o empate com o Corinthians-PR, com um quadro de febre e vômito, seguindo em seguida para um hospital de Prudentópolis, onde os primeiros exames teriam apontado para um quadro de dengue. Sem qualquer problema de saúde, Renaldo realizou o regenerativo com os demais companheiros do Serrano na manhã desta quinta-feira. O jogador teve um problema, porém longe de ser grave.

“O Renaldo teve tontura e passou mal por conta da fadiga muscular mesmo. Ele não vinha com ritmo de jogo, o campo estava molhado e pesado, nada mais do que isso”, garantiu Valdir Cagnini. O dirigente do Serrano aproveitou para dizer que o zagueiro Marx, dispensado na semana passada (supostamente com dengue) não sofria de problemas de saúde. “Ele não seria utilizado, então liberamos o jogador”, completou.

Ao final da entrevista Cagnini não deixou de alfinetar o site que publicou a notícia, ligado à LA Sports. “Tínhamos jogador aqui com indicação desta empresa e que não jogou, vai ver é isso”, concluiu.

quarta-feira, 20 de janeiro de 2010

Time reserva do Serrano encara Iraty em amistoso nesta quinta

Esta quinta-feira será de descanço para boa parte do elenco se recuperar do empate por 1 a 1 com o Corinthians. Por isso, os jogadores que atuaram na partida serão poupados do amistoso de hoje (21) diante do Iraty, às 16 horas, que servirá para testar os suplentes.

Após o descanso, titulares farão um trabalho na academia e na piscina no período da tarde. O grupo principal volta ao batente na sexta-feira (22) pela manhã no Estádio Newton Agibert, onde está previsto um minicoletivo. O próximo compromisso da equipe será contra o Atlético, no sábado.

Renaldo passa mal após jogo

O atacante Renaldo passou mal logo depois do confronto com o Corinthians por 1 a 1 na tarde desta quarta-feira, em Prudentópolis. O atleta saiu rapidamente do campo e não teve tempo para atender a imprensa. Com enjôo, o jogador vomitou no vestiário, segundo integrantes da comissão técnica.

Após o jogo, o técnico Carlos Nunes desmentiu que o atleta tenha jogado doente. O treinador alegou cansaço e negou que ele contraiu dengue. "Pode ter sido uma fadiga muscular", admitiu o comandante serranista.

A informação da internação clínica do jogador de 39 anos e que ele estaria de saída do clube foi negada pela diretoria.


Durante a semana, o zagueiro Marx, com suspeita de dengue, já havia passado mal. O defensor que fazia testes na equipe pediu dispensa do elenco e deixou a cidade na manhã de sexta-feira.

Em jogo com três bolas na trave, Serrano decepciona e fica no empate em casa

Douglas Torraca

Em seu primeiro jogo como time profissional em casa no Paranaense, o Serrano decepcionou e ficou no empate por 1 a 1 diante de sua torcida que compareceu em bom número no Estádio Newton Agibert. O Tigre não contou com o atacante Robinho, lesionado no joelho esquerdo, foi cortado na véspera da partida válida pela segunda rodada da competição. Marcão, seu substituto, bem que tentou, mas não conseguiu levar o time vermelho à vitória em Prudentopólis, na tarde de quarta-feira.

Com a igualdade, o Serrano marcou seu primeiro ponto na competição. O resultado deixou o Timãozinho entre os quatro primeiros colocados ao término da segunda rodada, alcaçando quatro pontos em dois jogos.

O jogo foi marcado por três bolas na trave – duas acertaram o poste serranista e outra bateu no travessão corintiano. Mesmo atuando como visitante, o Corinthians começou melhor, arriscando chutes de longa distancia. Com o gramado encharcado por causa da chuva que caia desde cedo na região, o Serrano demonstrando nervosismo, errava muitos passes. Nesta situação, o gol corintiano não demorou para acontecer. Aos dez minutos de jogo, Cicero, sem marcação, recebeu um passe de Oliveira.

O camisa 8 chutou com precisão no canto esquerdo do goleiro Val e inaugurou o placar para os visitantes. Depois de tomar o gol, o Tigre começou a atacar de uma forma desesperada. A torcida e o treinador Carlos Nunes pediam mais determinação em campo. A equipe entendeu a recomendação e igualou o marcador ainda na etapa inicial com Hugo aos 40 minutos. O lateral tentou cruzar para Renaldo, mas a bola quincou antes de chegar ao atacante e enganou o goleiro corintiano Colombo.

No intervalo, Nunes tirou Marcão e colocou Tiaguinho para dar mais velocidade ao time. Com essa mudança, o Serrano iniciou o segundo tempo imprimindo velocidade e disposto a conseguir a primeira vitória no Estadual. E, quase conseguiu em um cruzamento dentro da pequena área, o corintiano William quase marcou de cabeça contra a própria meta. A bola caprichosamente bateu na trave e saiu para a linha de fundo.

O Timãozinho respondeu com Cicero, que também carimbou o travessão. Assim, o jogo terminou em 1 a 1. O treindor Carlos Nunes lamentou o resultado. “Ele (Lio Evaristo) trabalhou nas nossas falhas. Agora é bola pra frente. Fazer nossa parte e vencer os times pequenos”, comentou.

Escalações:
Serrano (1) – Val, Hugo, Jonatan, Índio e Bruno Guerreiro; Anderson Paraná, Joel, Thiago Bocão (Alcimar) e Marcão (Robinho); Massai e Renaldo. Técnico Carlos Nunes.
Corinthians (2) – Colombo, Saimon (Araújo), Leandro, Elton e Renan (Crasso); Ronaldo, Leonardo, Willian e Cícero; Marcelo Lipatin e Oliveira (Bruno Batata). Técnico: Lio Evaristo.
Gols: Cícero (COR), aos 10min, e Hugo (SER), aos 38min.

terça-feira, 19 de janeiro de 2010

Val e Nunes viram jogadores de linha no rachão

Douglas Torraca

Na véspera da partida contra o Corinthians, o treinador do Serrano, Carlos Nunes, comandou nesta terça-feira (19) um rachão – treinamento recreativo que antecede a alguns jogos - como forma de ajustar o time à sua maneira. Em seguida, alguns atletas praticaram cobranças de falta e de pênalti.
Na atividade, que foi marcada pela descontração, a novidade foi o próprio treinador e o goleiro Val, que atuaram como jogadores de linha.

O treinamento começou com o atacante Renaldo, que marcou seu primeiro gol com a camisa do Serrano no empate em 3 a 3 com o Corinthians, em amistoso realizado no final de dezembro de 2009, pedindo muita determinação aos seus companheiros. “Foi uma conversa particular com o grupo e bastante positiva. É uma forma para nos acertarmos dentro de campo. Para que os erros que aconteceram no jogo passado não se repitam no próximo. Vamos optar por uma atitude diferente e buscar a reabilitação dentro de casa”, disse o jogador após o rachão.

Dado o recado, o atacante participou do treino recreativo com o restante do elenco e ainda prometeu deixar sua marca. “Espero marcar mais um gol com o apoio dos meus companheiros”, acrescentou. Após o rachão, o elenco principal recebeu folga no período da tarde. Já os jogadores reservas partiram para mais um treino. O grupo ficará concentrado no Hotel Burack até momentos antes do confronto desta quarta.

Coletivo define titulares

Na tarde de segunda-feira (18), os jogadores do Serrano realizaram o único coletivo apronto para o jogo desta quarta, 16h40min, no Estádio Newton Agibert. Antes do treinamento, Nunes reuniu o grupo por cerca de uma hora para uma conversa no vestiário a portas fechadas. Na reunião foram abordados a derrota da equipe para o Coritiba e a importância de uma vitória contra o Corinthians.

No campo, o técnico Nunes optou por realizar o coletivo em dois tempos de 25 minutos. No treino, os titulares jogaram contra os suplentes e venceram por 2 a 0. Nunes comandou o coletivo e parou várias vezes as jogadas para orientar os jogadores. O treinador também ensaiou escanteios e cobranças de falta para tentar surpreender o adversário.

A única alteração na equipe que enfrenta o Timãozinho em relação a que jogou sábado na Vila Capanema é o retorno do meia Thiago, que cumpriu suspensão. Ele entra no lugar de Chulapa, que herdou a posição, mas não foi bem na partida contra o Coxa. Com essa mudança, o Tigre entra em campo com: Val, Hugo, Índio, Jonata e Bruninho; Anderson, Joel, Chulapa e Massai; Robinho e Renaldo. Pegada.

Serrano tenta corrigir erros após derrota

Magoado pela derrota em Curitiba, Nunes conversou muito com os jogadores depois do duelo de sábado. Ele lamentou o resultado, mas admitiu que o defeito serranista foi a apatia. Ataque improdutivo, meio-campo perdido e a defesa muito aberta foram apontados pelo comandante como os três erros cruciais que impediram a reação do Serrano.

Em sua avaliação, o Coritiba teve méritos e aproveitou as falhas da equipe. " A ansiedade fez os jogadores cansarem antes do tempo. Meu time sentiu muito. Nós falhamos nos gols do Coritiba, isso me deixou muito magoado, porque eu joguei de igual pra igual, sem retranca. Fomos para cima, terminamos o jogo com quatro atacantes, mas não agredimos e ainda fomos surpreendidos com duas falhas. O Coritiba teve méritos de aproveitar as oportunidades. Deixamos de conquistar três pontos, mas agora é passado. Orientei os jogadores para focar o Corinthians”, afirmou.

O técnico ainda pediu que o grupo mostre sua força dentro de casa. "Não é porque perdemos para o Coritiba que acabou o mundo. Temos seis jogos dentro de casa e faremos dessas partidas nosso alicerce, não só para continuar na competição, mas para chegar entre os quatro primeiros colocados. O Corinthians é o atual vice-campeão paranaense e conta com um elenco qualificado. Mas jogamos em casa e temos obrigação de ganhar", acrescentou Nunes.

Thiago volta de suspensão e Nunes quer vencer em casa

Douglas Torraca

Depois de cumprir suspensão na derrota para o Coritiba por 2 a 0 no último final de semana, pela primeira rodada do Campeonato Paranaense, o meia Thiago está de volta para reforçar o Serrano.

Diante do Corinthians,nesta quarta-feira, em Prudentópolis, o jogador retorna a sua antiga posição de ofício na vaga de Chulapa, que atuou contra o Coxa no sábado.

Será a única mudança que o treinador Carlos Nunes promoverá na equipe. O comandante do Tigre conversou durante uma hora nos vestiários do Newton Agibert, antes do coletivo apronto, realizado na tarde de segunda-feira (18), em que os titulares venceram os reservas por 2 a 0.

O técnico pediu que o grupo mostre sua força dentro de casa. "Não é porque perdemos para o Coritiba que acabou o mundo. Temos seis jogos dentro de casa e faremos dessas partidas nosso alicerce, não só para continuar na competição, mas para chegar entre os quatro primeiros colocados. O Corinthians é o atual vice-campeão paranaense e conta com um elenco qualificado. Mas jogamos em casa e temos obrigação de ganhar", acrescentou Nunes.

Na manhã desta terça-feira, o elenco profissional participou de um treino recreativo e no período da tarde recebeu folga. O grupo ficará concentrado a partir das 19 horas de hoje no Hotel Burack até momentos antes da partida de quarta.

segunda-feira, 18 de janeiro de 2010

Após folga, jogadores voltam aos treinos

Douglas Torraca

Após a derrota para o Coritiba na estreia do Paranaense, o elenco do Serrano recebeu folga no domingo e retomou os trabalhos nesta segunda-feira (18). De acordo com o cronograma elaborado pela comissão técnica, os jogadores treinaram exaustivamente a parte física, tanto na academia como no campo e fizeram o último coletivo apronto no período da tarde no Estádio Municipal Newton Agibert, em Prudentópolis.

Amanhã (19), às 9h30, será realizado mais um treino tático antes do confronto diante do Corinthians, quarta-feira, pela segunda rodada da competição. O atacante Renaldo comentou sobre a derrota para o Coxa e disse que a ansiedade pesou no jovem elenco no jogo de estreia.

A novidade nos treinos é o atacante Alisson, de 21 anos, que atuava no Funorte, time da Segunda Divisão do Campeonato Mineiro. O atleta desembarcou em Prudentópolis na última sexta-feira e viajou com os demais jogadores para Curitiba no sábado.

Na equipe mineira, Alisson jogou ao lado do zagueiro Marx, que está em fase de testes no Tigre.

A diretoria anunciou a rescisão de contrato com o meia Douglas, ex-Corinthians (SP), que já deixou a cidade. Ele foi dispensado por indisciplina.

domingo, 17 de janeiro de 2010

Serrano estreia com derrota

O Serrano não conseguiu conter o Coritiba em sua estreia no Paranaense 2010. Na Vila Capanema, o Tigre foi derrotado pelo Coxa por 2 a 0, em jogo deste sábado (16), válido pela primeira rodada do Estadual.

O Serrano teve boas oportunidade de abrir o placar no início do jogo. Na change mais clara, Joel cobrou escanteio e Robinho cabeceou com força, mandando a bola na trave.

Mas, os gols da vitória alviverde foram marcados ainda no primeiro tempo por Rafinha, aos 12, e Ariel, aos 39 minutos.



Em busca da reabilitação, o Tigre volta a campo pela segunda rodada do Estadual na próxima quarta-feira (20), quando recebe o Corinthians Paranaense, às 16h50, no estádio municipal Newton Agibert, em Prudentópolis.

sábado, 16 de janeiro de 2010

Nunes prevê duelo equilibrado na Vila Capanema

Douglas Torraca

Apesar da ampla vantagem do Coritiba no retrospecto contra times de Prudentópolis, o treinador do Serrano, Carlos Nunes, prega respeita ao adversário desta tarde de sábado (16), mas prevê um duelo equilibrado na Vila Capanema.“Não vai ter refresco para a equipe do Coritiba. Se a equipe do Serrano estiver bem postada, deixar de lado a ansiedade, estabelecer o emocional, vamos fazer um grande jogo e trazer um resultado positivo”, disse.

O comandante serranista espera que a equipe consiga atingir o equilíbrio na parte ofensiva e defensiva. Durante os treinos, Nunes exigiu muito de seus dois laterais, e avaliou o posicionamento de atacantes e defensores nos cruzamentos. “O Serrano joga no sistema coletivo, onde todos marcam, defendem e atacam. Dependendo da formação do Coritiba, a marcação será coletiva e até mesmo individual”, assinala.

sexta-feira, 15 de janeiro de 2010

Serrano definido para jogo de estreia

Douglas Torraca

O bom rendimento nos treinos realizados durante a semana serviram para o técnico Carlos Nunes confirmar o time para a partida de estréia do Serrano diante do Coritiba, às 18h30 deste sábado na Vila Capanema, pela primeira rodada do Paranaense 2010.

A regularidade e surpreendente performance dos volantes Chulapa e Mello fizeram o treinador deixar para o último coletivo apronto a formação titular. Os dois disputaram a vaga de Thiago, que vai cumprir suspensão.

O grupo composto por 19 jogadores e mais comissão técnica embarcou às 15h30 de hoje para Curitiba, onde ficará concentrado para o jogo no Hotel Caraveli, em Curitiba.

Antes da viagem, o comandante do Tigre definiu a equipe com a titularidade de Chulapa em substituição ao suspenso Thiago. Ele será o único desfalque para o confronto com o Coxa.

Nunes ratificou seu contentamento com o desempenho dos jogadores nos dois amistosos de prepação, anunciando o time titular: Val, Hugo, Índio, Jonata e Bruninho; Anderson, Joel, Chulapa e Massai; Robinho e Renaldo.

Estádio do Serrano passa por vistoria nesta sexta

Douglas Torraca

A Federação Paranaense de Futebol (FPF), sob a coordenação do Conselho Regional de Engenharia, Arquitetura e Agronomia do Paraná (CREA-PR), faz vistoria a partir das 10 horas desta sexta-feira (15) no estádio Newton Agibert, em Prudentópolis. Será a terceira e última inspeção que faz parte da série de visitas que serão feitas até o final desta semana nos locais que vão receber os jogos do Campeonato Paranaense 2010.
Na última vistoria, realizada na terça, a Vigilância Sanitária, Polícia Militar e o Corpo de Bombeiros analisaram os principais aspectos que envolvem o jogo de futebol e a presença do público. A vistoria começou pelas cabines de imprensa. Os policiais e bombeiros militares avaliaram os pontos de visibilidade e a distância que fazem parte da atividade estratégica das corporações em dia de jogos.
Em seguida, foram medidas as grades protetoras e a altura da arquibancada em relação ao gramado. O trabalho foi finalizado com a fiscalização dos banheiros, vestiários da arbitragem e dos times da casa e visitante.
Para os representantes da FPF, a única exigência é que as reformas em andamento, e que estão em fase de acabamento, sejam concluídas até sexta-feira para que o estádio seja liberado.
Na avaliação do presidente do clube, Valdir Luiz Cagnini, o campo foi aprovado com algumas restrições e não corre o risco de veto. “Pela ocorrência da vistoria, o campo está bem adiantado. São poucas coisas. Uma das exigências é reforçar a parte do guarda-corpo de segurança atrás da arquibancada. Em algumas partes do estádio é necessário ainda que seja posto a proteção de arame. Algumas partes do muro ainda serão levantadas. Acredito que até a quinta-feira tudo estará pronto”, prometeu o mandatário do clube.

quinta-feira, 14 de janeiro de 2010

Treinador preocupado com artilharia aérea do Coritiba

Douglas Torraca

Com as obras no estádio Newton Agibert, o Serrano escolheu o campo do São José, para treinar bolas paradas na tarde de quarta-feira (13). Nunes pediu atenção especial com Ariel e Pereira, principais cabeceadores do adversário.

Para o comandante, o maior perigo vem do alto. Ariel, Pereira, Rafinha, Enrico, Renatinho.....A artilharia do Coxa, principalmente em cabeçadas, é forte, e o zagueiro Índio alertou seus companheiros de defesa sobre o risco de jogadas aéreas. Ele será responsável pela marcação no atacante argentino, alto, forte e considerado bom cabeceador.

“O Ariel é um grande jogador assim como o Pereira, ambos são bons cabeceadores. Estou atento a tudo. Os dois serão bem marcados. O Ariel terá a marcação do Índio que também é um jogador alto e forte. Temos que tomar cuidado não só com o Pereira e o Ariel. Eles têm o Rafinha, Enrico, Renatinho..... O Coritiba é um grupo qualificado, assim como Serrano têm suas qualidades. A atenção será dobrada em todos os setores”, alertou o treinador.

Nunes dá ênfase às bolas paradas no treino do Serrano

Douglas Torraca

Técnico avalia cruzamentos dos laterais e posicionamento do ataque e da defesa.

Preocupado com a artilharia aérea do Coritiba, a bola alta vem sendo trabalhada à exaustão pelo técnico Carlos Nunes nos dias que antecedem o próximo compromisso de estreia do Serrano no Campeonato Paranaense 2010, às 18h30 de sábado, diante do Coxa, na Vila Capanema. O treinador deu um tratamento especial às jogadas de bolas paradas no treino da tarde de quarta-feira (13), no campo do São José.

O comandante serranista exigiu muito de seus dois laterais, e avaliou o posicionamento de atacantes e defensores nos cruzamentos.

Nesta quinta, Nunes começa a definir o onze que iniciará a partida. O grupo descansa no período da manhã. À tarde, o time faz um coletivo apronto no estádio Newton Agibert. No fim da atividade, o treinador definirá o substituto de Thiago, suspenso e única ausência do time no sábado. Chulapa e Mello disputam a posição.

Com essa dúvida, Nunes deverá escalar a mesma formação, que goleou o Batel por 8 a 0 no amistoso do último domingo, com Val, Hugo, Índio, Jonata e Bruninho; Anderson, Joel, Chulapa ou Mello e Massai; Robinho e Renaldo.

quarta-feira, 13 de janeiro de 2010

Titulares empatam com reservas em coletivo


Douglas Torraca

No primeiro coletivo da semana realizado pelo Serrano na tarde de terça-feira (12) no Newton Agiber, a equipe titular empatou com a reserva em 3 a 3. O meia Thiago, que não poderá atuar contra o Coritiba por cumprir suspensão, atuou entre os reservas. Mello e Chulapa disputam a vaga.

Massai, Robinho e Renaldo marcam para a equipe principal. Alcimar, duas vezes, e Marcão foram os autores dos gols dos suplentes. Na tarde de hoje (13), o grupo treina no campo do São José. O time ganha folga na manhã de quinta e no período da tarde faz o último coletivo antes da estreia, às 16h, que vai definir os titulares.

Serrano embarca na sexta para Curitiba

Douglas Torraca
A delegação do Serrano composta por 19 jogadores e mais comissão técnica segue viagem às 14 horas de sexta-feira (15) para Curitiba. A equipe ficará concentrada em um hotel nas proximidades da Vila Capanema até a partida de sábado contra o Coritiba.

Confirmação da Vila Capanema agrada diretoria do Tigre

Douglas Torraca

A confirmação da Vila Capanema para sediar a partida de estreia entre Coritiba e Serrano pelo Paranaense 2010 agradou a diretoria do Tigre. O presidente do clube, Valdiz Luiz Cagnini, ficou surpreso ao saber da notícia na tarde de ontem (12) e aprovou a escolha do estádio do Paraná Clube. “Eu pensava que esse jogo iria para Maringá, um local mais longe. Não teremos nenhum problema. A Vila Capanema é um lugar excelente e para nós não fica tão longe. Só esperamos que o Serrano estreie bem no sábado”, apontou o mandatário serranista.

terça-feira, 12 de janeiro de 2010

Tigre faz coletivo às 16 horas desta terça


Após o amistoso de domingo, os atletas do Serrano folgaram na manhã de ontem (11) e retomaram as atividades no período da tarde. O time retorna nesta terça-feira (12) ao gramado do Estádio Municipal para um coletivo, a partir das 16 horas.
O Serrano estreia no Paranaense 2010 no sábado, dia 16, contra o Coritiba, às 17h, na Vila Capanema.

segunda-feira, 11 de janeiro de 2010

Coritiba, adversário do Tigre, vence jogo-treino



Coxa derrotou o Joinville por 2 a 0 - Foto: Fabrizio Motta/AN

Douglas Torraca

O Coritiba, adversário do Serrano na estreia do Paranaense 2010, segue se preparando para encarar o Tigre. Em um jogo treino, o time da Capital bateu o Joinville, de Santa Catarina, por 2 a 0, nesta segunda-feira (11), no CT da Graciosa. Rodrigo Heffner e Ariel marcaram os gols do confronto.

A partida serviu para o técnico Ney Franco começar a definir o time para o Estadual. Durante o amistoso, o comandante alviverde testou entre os titulares os dois novos contratados, Rafinha e Enrico. A dupla deve estrear diante do Serrano, sábado, na Vila Capanema. Foi à primeira prova de fogo do Coxa após o rebaixamento no Brasileiro.

Concentrado em Quatro Barras (PR), o Joinville se prepara para o Catarinense e conquistou o título da Copa Sul Brasileira ao derrotar o Serrano por 3 a 2 no mês passado, em Votorantim (SP). Na próxima quarta-feira (13), a equipe catarinense faz mais um amistoso em Curitiba. O adversário será o Paraná Clube.

Franco testou duas formações contra o JEC. Iniciou com os seguintes atletas em campo: Vanderlei; Luciano Amaral, Pereira, Jeci, Rodrigo Heffner; Enrico, William, Leandro Donizete, Renatinho (Geraldo); Rafinha e Marcos Aurélio.

No segundo tempo entrou com Edson Bastos; Angelo (Fabinho), Dirceu, Lucas Mendes (Castor) e Denis; Daniel, Marcos Paulo, João Henrique (Tiago Real) e Geraldo (Roger); Lelê e Ariel.

domingo, 10 de janeiro de 2010

Presa fácil: Tigre goleia Lobo Solitário por 8 a 0


Douglas Torraca

Em seu último amistoso de preparação antes da estreia no Paranaense contra o Coritiba, o Serrano aplicou uma goleada histórica sobre o rival Batel no clássico da região Centro-Sul. Na tarde de domingo (10) no Estádio Municipal de Prudentópolis, o Tigre venceu por 8 a 0 o rubro-negro de Guarapuava, que se prepara para a Terceira Divisão do Estadual. O show foi comandado por Massai e Robinho, que marcaram dois gols cada. Joel, Chulapa, Thiago e Renaldo fizeram os demais.

Mesmo com o reforço do atacante Cléo, que atua no futebol sérvio, o Lobo Solitário foi presa fácil para o Tigre. Em 20 minutos de jogo, o Serrano já vencia por 3 a 0. Em três cobranças de faltas executadas por Joel, ele anotou um dos gols e colaborou com mais dois assinalados por Massai e Robinho.

A parti daí, o atacante Renaldo orquestrou a partida. Foi do camisa 11 o passe para Robinho marcar de peito o quarto da equipe local aos 37 minutos. O quinto gol saiu três minutos mais tarde. Em uma bela jogada, Renaldo deu um toque por cima do goleiro Giuliano, mas a zaga do Batel tirou a bola quase dentro da vala. Na seqüência do lance, Massai fuzilou para o fundo das redes. Aos 44 minutos, Thiago fechou o placar da etapa inicial por 6 a 0.

O Batel retornou do intervalo disposto a descontar a vantagem e teve até chances para isso. Cauteloso, o treinador Carlos Nunes fez alterações durante o decorrer do segundo tempo. As substituições surtiram efeito. Após bobeira da defesa que parou para reclamar de impedimento, Chulapa marcou aos onze minutos, evitando qualquer reação dos visitantes.

Quando a partida caminhava para o fim, Marcão invadiu a área e tentou driblar o goleiro Julio, que acabou cometendo pênalti. Renaldo cobrou com segurança e sacramentou a goleada do Serrano por 8 a 0.

Nos últimos quatro jogos de preparação, o time principal do Serrano marcou 15 gols e sofreu apenas seis.

Escalação:

Serrano A (8): Val, Hugo, Indio, Jonatha e Bruninho; Anderson, Joel, Thiago e Massai; Robinho e Renaldo. Técnico: Carlos Nunes. Entraram no segundo tempo: Chulapa, Marcão, Washigton, Rocha, Thiaguinho, Fabrício, Bruno, Francis e Mário.

Batel (0): Giuliano, Guilherme, Alex Lopes, Sandro e Rodrigo Pato; Lucas, Edson, Mauricio e Careca; Fabinho e Cléo. Técnico: Dirceu Pato.
Entraram no segundo tempo: Júlio, Otávio, Vinicius, Adriano, Dino, Theodoro e Jean.

Gols: Massai, aos 14min, Joel, aos 18min, Robinho, aos 20 min, Robinho, aos 37min, Massai, aos 40min, e Thiago, aos 44min do primeiro tempo; Chulapa, aos 11min, e Renaldo, de pênalti, aos 44minutos do segundo tempo.

Time B do Tigre perde do Atlético Sub-17


Na preliminar que antecedeu o confronto principal, começou com atraso de 35 minutos, os reservas do Serrano foram surpreendidos pela equipe juvenil do Atlético Paranaense, formada por atletas nascidos entre 1993 e 1994. A equipe da Capital venceu por 2 a 1.

O time B do Tigre iniciou melhor o jogo e tratou de abrir o placar logo aos 15 minutos com Rocha. Ele arriscou um chute de fora da área e contou com o desvio da defesa atleticana para vencer o goleiro Hugo. O Furacão equilibrou o duelo e igualou o marcador com Júnior ainda aos 26 minutos da etapa inicial.

A virada do rubro-negro veio no segundo tempo, já com os reservas em campo. O gol da vitória dos visitantes saiu dos pés de Robert, que sofreu e bateu o pênalti, aos 22 minutos. Entre os suplentes que entraram na etapa complementar destaque para o zagueiro atleticano Henrique Bini, de 16 anos, natural de Prudentópolis.

Escalações:

Serrano B (1)– Bruno (Dida), Pierre, Francis (Marx), Kanu e Diego; Thales (Felipe), Mello, Barbosa, e Washigton; Rocha e Amilton. Técnico: Chicão.

Atlético-PR Sub-17 (2)– Hugo, Sebá, Victor Lucas, Rodrigo e Maxsuel; Felipe Coltro, Caue, Augusto e Júnior; Carlos Vitor e Filipe Ramon. Técnico: Paulinho.
Jogaram no Segundo Tempo: Luan, Henrique Bini, Jean, Maycon e Erwi;, Kauan, Glaúcio, Andrey, Robert e Guilherme; Matheus e Anderson Tasca.

Gols – Rocha (SER), aos 15 minutos e Júnior (ATL), aos 26 minutos do primeiro tempo; Robert (ATL), de pênalti, aos 22 minutos do segundo tempo.

sábado, 9 de janeiro de 2010

Serrano inaugura loja com produtos licenciados

O Serrano Centro-Sul Esporte Clube inaugurou neste sábado (9) uma loja de produtos oficiais do time. O local chamado de Espaço Serrano Esporte e Turismo vai funcionar em uma estrutura de 60 metros quadrados, localizado na Rua São Josafat, 933, salas 2 e 4, ao lado do Restaurante Chapa Quente, próximo do Banco do Brasil. Estiveram presentes no evento integrantes da família Serrano como o presidente do clube, Valdir Luiz Cagnini, o vice Paulo Guedes, o diretor Florisval Cruz, e a gestora da loja, Cleide Meneghini, que também reuniu jogadores e comissão técnica, dirigentes, radialistas locais e jornalistas de Curitiba, além de autoridades e convidados especiais.

A loja ficará aberta de segunda a sábado, no horário comercial. A diretoria estuda ainda abri-la todos os dias, inclusive nos domingos durante os jogos oficiais do Serrano.

No local, é possível encontrar todos os produtos utilizados pelo time, como uniformes completos, camisas de treino, calção, bonés, canecas, meias, chaveiros, sourvenis, bordados e quadros. No sábado, dia da inauguração, a loja contou com um bom movimento, que agradou os idealizadores do projeto.

Paulo Guedes, vice-presidente do Tigre, comemorou o sucesso inicial e diz que o objetivo do espaço é criar uma identidade que vai além do futebol do Serrano, grande paixão do povo de Prudentópolis, acrescentando ao esporte os costumes culturais herdados dos ucranianos e o turismo ecológico.

“É uma loja voltada ao Serrano, a cultura ucraniana e para ajudar a fomentar o turismo ecológico. É também para mostrar a marca do clube que serve de patrimônio para Prudentópolis e região e, que a intenção do Serrano, é se fixar e não sair daqui. Será uma loja exclusivamente do time, não vamos vender materiais de outros clubes nacionais”, apontou o dirigente.

Último reforço, lateral Fabrício, já treina e jogará no domingo


Douglas Torraca

O lateral-esquerdo Fabrício, 21 anos, que atuou na Terceira Divisão do Campeonato Paranaense pelo Cascavel, acertou contrato ontem com o Serrano até o final da competição estadual. O jogador, que tem os direitos federativos presos ao Roma, de Apucarana, já se juntou ao restante do elenco, que realiza neste domingo (10) contra o Batel o último amistoso da preparação antes da estreia na competição diante do Coritiba.

O jogador conhece muito bem Prudentópolis. Vestindo a camisa da equipe de Apucarana, Fabrício jogou as três partidas contra o Serrano no ano passado na divisão de acesso. Do atual elenco, Francis, Bruninho, Thiaguinho e Joel já trabalharam com o lateral. Os três últimos participaram da campanha do Cascavel na Terceirona, enquanto Francis é seu ex-colega de Roma.

Em sua chegada ao clube, o atleta confessou que está a 28 dias sem atividades, desde o termino da Terceirona. No entanto, garante que não abandonou a forma física. "Eu sempre fui um meia-esquerda. Há três anos fui recuado para jogar na ala. Mais de uns dois anos para cá venho aprendendo a marcar cada vez mais. Então se for necessário jogar em duas linhas de quatro, eu posso fazer tranqüilamente tanto a parte ofensiva, quanto a defensiva", explicou Fabrício, que há três anos milita no futebol paranaense.

O lateral começou sua temporada no Serrano marcando um gol. Ele atuou entre os titulares parte do treino coletivo de sexta-feira no Estádio Municipal.
Carlos Nunes, técnico do Serrano, elogiou o atleta, valorizando o bom caráter do ala. Porém, o lateral recém contratado vai iniciar o confronto com o Batel no banco de reservas. “Além de ser bem indicado pelo Joel e o Bruno Guerreiro, já vimos atuando. Ele estará presente na partida e durante a semana vai buscar seu espaço na equipe. Eu gosto do bom caráter, postura de homem e bom jogador. Ele está dentro deste perfil e espero que possa nos ajudar nessa caminhada”, destacou o comandante prudentopolitano.

Apesar de pouca idade, Fabrício rodou por vários times do interior paulista e paranaense. Ele começou a carreira nas categorias de base do Rio Preto (SP), mas foi no rival América, onde ganhou destaque após sagrar-se campeão da Copa SP de Futebol Júnior em 2006.

PERFIL DO JOGADOR

Nome completo: Fabrício Henrique Stella Barletti
Local de nascimento: São Jose do Rio Preto (SP)
Data: 21/07/1988
Altura: 1,72m Peso: 74 kg
Clubes: Rio Preto (SP), América (SP), União São João (SP), Roma, Engenheiro Beltrão e Cascavel.

AMISTOSO
O técnico do Serrano, Carlos Nunes, adiantou a escalação do time titular e vai colocar em campo contra o Batel os seguintes jogadores: Val, Hugo, Jonathan, Índio e Bruno; Anderson, Thiago, Joel e Massai; Renaldo e Robinho.

sexta-feira, 8 de janeiro de 2010

FPF fará vistoria no estádio do Serrano


Douglas Torraca

PRUDENTÓPOLIS (PR) - Uma comissão da Federação Paranaense de Futebol (FPP) fará uma inspeção no estádio municipal Newton Agibert na tarde da próxima segunda-feira (11), para identificar quais adaptações foram feitas no local em que o Serrano vai receber os jogos do Campeonato Paranaense 2010.

As obras iniciadas um mês após o término da Série B que incluem pinturas nos muros e gramado, reforma nos banheiros e departamento médico, ainda estão em andamento.

Segundo o diretor de futebol, Florisval Cruz, a reforma já está sendo finalizada. A previsão é de que o Newton Agibert esteja pronto até a próxima semana.

A estreia na casa do Tigre será diante do Corinthians no dia 20 de janeiro (domingo), às 17 horas, em partida válida pela terceira rodada do Estadual.


2010: o ano do Tigre no horóscopo chinês

Douglas Torraca

Se a energia e a sabedoria dos orientais alcançarem o Centro-Sul do Estado, o Serrano tem tudo para fazer história em sua primeira participação no Campeonato Paranaense. A tradição no horóscopo chinês aponta 2010 como o ano do Tigre (explosivo, de grandes mudanças).

Após duas temporadas em alta, o Tigre buscou motivação através de palestras, lutou para agendar amistosos e conquistou novos patrocinadores para colocar as contas em dia. Entre as estratégicas do presidente do clube, Valdir Cagnini, foi à manutenção do elenco para a atual temporada. “Este ano aumentou um pouco os gastos com a folha salarial em relação aos anos anteriores. Mesmo assim, ainda teremos uma das folhas mais baixas da competição, em torno de 50 a 60 mil reais por mês. É uma equipe jovem, forte e barata”, apontou o mandatário do Tigre.

Cagnini diz que a motivação principal encontra-se na união do grupo.“Esperamos repetir o mesmo sucesso de 2008 e 2009, mas não nos apegamos a isso. No ano passado mesmo não sendo o ano do Tigre conquistamos resultados positivos. Este ano, conseguimos montar um elenco forte sabendo que a responsabilidade é muito maior, porque o futebol paranaense está bem nivelado”, acrescentou.

Até a estreia no Estadual, a diretoria correu contra o tempo para agendar amistosos e buscou contratações. A mais nova aquisição é o lateral-esquerdo Fabrício, ex-Roma. Recentemente, o jogador foi emprestado ao Cascavel, que disputou a Terceira Divisão do Estadual. No Cascavel, Fabrício jogou ao lado de Joel e Bruninho, também atletas contratados pelo Serrano. Com essa contratação, o elenco do Tigre está praticamente fechado para a disputa do Campeonato Paranaense 2010.

A chegada de Fabrício em Prudentópolis está prevista para o meio-dia desta sexta-feira (8). O lateral, bem como, todo grupo do Serrano, composto por 30 jogadores será apresentado oficialmente neste sábado (9), às 15 horas, durante a inauguração da loja Espaço Serrano Esporte e Turismo, localizada na Rua São Josafat, 933, salas 2 e 4 (próximo ao Banco do Brasil). Valdir Cagnini pretende trabalhar com um grupo de 32 jogadores.

AMISTOSO

O Serrano finalizará sua preparação para o Campeonato Paranaense 2010 com um amistoso contra o Batel, de Guarapuava, neste domingo (10), às 16 horas, no Estádio Municipal Newton Agibert. Na preliminar desta partida, o time B do Serrano mede forças diante da equipe juvenil do Atlético-PR, às 14 horas. Será o último jogo do Tigre antes da estreia no Estadual contra o Coritiba, marcado o dia 16.
Cagnini ressaltou que a diretoria do Tigre teve dificuldades para marcar amistosos, principalmente pelo fato da maior parte das equipes do interior já estarem com jogos agendados para o fim de semana.
A primeira opção seria o Operário Ferroviário. Porém, os dirigentes receberam a negativa da cúpula do Fantasma. A comissão técnica da equipe de Ponta Grossa preferiu evitar o confronto com o Tigre neste período por ser adversário direto na disputa. O Nacional, de Rolândia, Cianorte, Roma e Joinville-SC, foram avaliados e também descartados. Enfim, um amistoso com o rival Batel foi acertado no final da tarde de quarta-feira (6).

REFORMAS

O Estádio Municipal está passando por reformas para atender as reivindicações da Federação Paranaense de Futebol. Nesta semana, a parte interna do local recebeu os últimos acabamentos com os trabalhos de pintura. A FPF programou a próxima vistoria para o dia 11.

quinta-feira, 7 de janeiro de 2010

Tigre anuncia contratação de lateral-esquerdo

Douglas Torraca

PRUDENTÓPOLIS (PR) - O Serrano acertou na manhã desta quinta-feira (7) a contratação do lateral-esquerdo Fabrício, ex-Roma. A chegada do atleta está prevista para o início da tarde de amanhã (8). É a décima segunda contratação do Serrano para a disputa do Paranaense.

Serrano fará amistoso com o Batel antes da estreia




PRUDENTÓPOLIS (PR) - O Serrano finalizará sua preparação para o Campeonato Paranaense 2010 com um amistoso contra o Batel, de Guarapuava, no domingo, às 16 horas, no Estádio Municipal. Na preliminar deste confronto, o time B do Serrano mede forças diante da equipe juvenil do Atlético-PR, às 14 horas.Será o último jogo do Tigre antes da estreia no Estadual contra o Coritiba, dia 16.

Apresentação de jogadores do Serrano será neste sábado


Douglas Torraca

PRUDENTÓPOLIS (PR) - O elenco profissional do Serrano C.E.C será apresentado oficialmente na tarde de sábado, dia 9. O evento ocorrerá, a partir das 15 horas, durante a inauguração da loja Espaço Serrano Esporte e Turismo, localizada na Rua São Josafat, 933, salas 2 e 4 (próximo ao Banco do Brasil).

De acordo com o vice-presidente do Tigre, Paulo Guedes, será uma oportunidade para o torcedor conhecer os atletas que irão representar o futebol de Prudentópolis e região na elite do futebol paranaense deste ano.

quarta-feira, 6 de janeiro de 2010

Serrano deve fazer amistoso contra o Operário-PG no domingo

Douglas Torraca

PRUDENTÓPOLIS - O Serrano deve promover o último amistoso de preparação para o Campeonato Paranaense 2010 contra o Operário Ferroviário, de Ponta Grossa, domingo, dia 10 de janeiro, no Estádio Municipal Newton Agibert. A informação é do presidente do Tigre, Valdir Cagnini. O dirigente espera ainda nesta terça-feira (5) a resposta da diretoria do Fantasma para confirmar o jogo.

Os treinos antes da partida contra o Operário serão realizados no colégio São José, às 16h de hoje, e amanhã (6), no Estádio Municipal, no mesmo horário. Caso chova, os trabalhos acontecerão no Ginásio Municipal.

O amistoso faz parte da preparação antes da estreia contra o Coritiba, no dia 16, fora de casa. Na mesma data, o Fantasma enfrenta o Cascavel, no Estádio Janguitão, em Curitiba.

Lateral-esquerdo está próximo de acerto com Tigre

Douglas Torraca

PRUDENTÓPOLIS (PR) - O elenco do Serrano está praticamente fechado para a disputa do Campeonato Paranaense 2010, onde o principal objetivo é conquistar uma vaga para Série D do Brasileiro e Copa do Brasil.

Para completar o elenco, a diretoria do Tigre aguarda a chegada do lateral-esquerdo Fabrício, cujo passe pertence ao Roma. Seu último clube foi o Cascavel, time da Terceira Divisão do Paranaense, onde atuou ao lado de Joel e Bruninho, também atletas contratados pelo Serrano.

A aquisição do lateral deve ser confirmada nesta quinta-feira (7). O presidente do clube, Valdir Cagnini, pretende trabalhar com um grupo de 32 jogadores.

Serrano tem dificuldades para marcar amistosos

Douglas Torraca

PRUDENTÓPOLIS (PR) - O Serrano segue buscando clubes que possam servir de adversários para fechar com chave de ouro o último amistoso de preparação ao Campeonato Paranaense 2010.

A diretoria do Tigre tem encontrado dificuldades, principalmente pelo fato da maior parte das equipes do interior já estarem com amistosos agendados para o fim de semana.

A primeira opção seria o Operário Ferroviário. Porém, os dirigentes receberam a negativa da cúpula do Fantasma, que foi consultada sobre a possibilidade de um jogo amistoso em Prudentópolis no domingo (10).

A diretoria da equipe de Ponta Grossa preferiu evitar o confronto com o Tigre neste período por ser adversário direto na disputa. O Nacional, de Rolândia, também foi descartado.

Valdir Cagnini, presidente do Tigre, passou a tarde desta quarta-feira (6) telefonando para outras agremiações. Com dificuldades em agendar adversários no interior, a solução encontrada pela comissão técnica foi chamar o JOINVILLE ESPORTE CLUBE (SC), que está concentrado em Quatro Barras (PR), município localizado a 5 minutos do Estádio Couto Pereira, do Coritiba, adversário de estreia no dia 16 pelo Estadual.

A direção ainda não obteve resposta do time catarinense que venceu o Serrano por 3 a 2 na final da Copa Sul Brasileira, disputada no mês passado. Outras duas opções são o Cianorte e o Roma Apucarana, da Segunda Divisão do Paranaense. Cagnini aguarda até amanhã (7) a definição de quem vai enfrentar o Serrano no amistoso de domingo, às 16 horas, no Estádio Municipal.